Corona – não é o vírus, mas promete ser letal

Após mais de um mês de silêncio no desânimo decorrente da confirmação do adiamento indefinido da Copa Entre Amigos 2020, e sem nenhum sintoma de Covid 19, a imprensa do torneio toma coragem e volta às linhas para detalhar o perfil do time menos quisto do certame: Corona.

No auge da forma física quarenteniana, os atletas coroneiros somam 91 quilos de média. Na altura, o time chega quase aos 1,80, gerando assim um IMC de 28.4, dentro do normal, o que já é motivo de comemoração.

Os jovens atletas da Corona (vamos deixar sempre no feminino, para evitar a confusão com o vírus) chegam à média de 35 anos vividos. Quatro já assumiram a responsa da idade e estão casados; um já se deu conta do equívoco e se divorciou; um segue enrolando a namorada e outro ainda está resistindo no bunker dos solteiros.

Já são 391 gols em CEAs, com Pacholek – 175, e Guilherme Zullato – 130, dividindo mais de 300. Na sala de troféus, o Corona exibe um título e quatro vice-campeonatos. Na CEA 2020, resta saber se o time irá fazer jus à letalidade viral ou assumir o papel de Coronita. 

Jeferson Nunes

Comunicação 

Copa Entre Amigos 2020

Comentários

Comentários