Stella – Difícil de pronunciar, difícil de vencer

A Stella Artois conta com o grande campeão de 2019, Piu, no elenco. Após ele corrigir a informação incorreta de que não havia títulos entre os jogadores da equipe, a matéria precisou ser rapidamente reescrita, para evitar acusações de pertencimento ao famoso “Gabinete do Ódio”, reponsável pela disseminação de Fake News no país. Após a culpa pelo erro ser colocada nas costas de Jeda, assessor do time, a Stella já pede por trocas na equipe de comunicação, mesmo antes do início do campeonato. Além de Piu, o time tem três novatos (Jeda, Cristiano e Matheus Alexandre), e Weslley como A. Maycon (Choquito), Pedro e Tomate completam o elenco dos brancos.

A média de idade da equipe é de 30 anos, com dois ‘piás’: Matheus (19) e Pedro Igor (21) dando ao time um pouco do complexo de Benjamin Button. Já Piu (43) e Tomate (39) trazem experiência à Stella. Quanto ao peso, a média do time é alta, com quase 89 quilos. Os mais bem alimentados são Jeda, goleiro, com 120; Tomate, que já tem nome de comida, com 99; e Pedro Igor com 96. Os três prometem dar prejuízo nos churrascos. O peso dos atletas (quase) se justifica pela altura. Pedro e Matheus estão na casa dos 1,90m. Tomate tem 1,83. Os três elevam a média para 1,77. 

Em relação às bolas na rede, a Stella tem um total de 250, com Weslley puxando a carroça (com 111 gols). O time não informou as principais habilidades dos jogadores (seria estratégia contra os adversários ou realmente está difícil achar pontos fortes?). Quanto às melhores pernas para o chute, todos informaram ser destros, com exceção do craque Pedro Igor, que garante chutar com as duas. “De qual lado cair, é rede, meu chapa”. Os mais novinhos também são os únicos ainda não casados – e ainda dizem que sabedoria vem com a idade.

Jeferson Nunes

Comunicação 

Copa Entre Amigos 2020

Comentários

Comentários